Envie agora seu recado!

200
caracter(es) restante(s)

Notícias

Dia de Campo reuniu pecuaristas familiares da região, em São Borja
29 de novembro de 2017 às 16:08
Dia de Campo reuniu pecuaristas familiares da região, em São Borja
O Dia de Campo da Pecuária Familiar contou com a presença de técnicos, produtores e autoridades (Foto: Divulgação | Emater/Ascar-RS)

Cerca de 150 pessoas participaram do Dia de Campo da Pecuária Familiar promovido pela Emater/RS-Ascar, na localidade de Mercedes, em São Borja, na quinta-feira. Estiveram presentes produtores de localidades vizinhas, autoridades dos municípios de Santo Antônio das Missões e Garruchos, além de técnicos da Emater/RS-Ascar dos municípios de Itaqui, Maçambará, Uruguaiana, Barra do Quaraí, Quaraí, Alegrete e Itacurubi, Garruchos e Santo Antônio das Missões. O Dia de Campo ocorreu na propriedade do pecuarista familiar Odorico Carmo Lamas e contou com quatro estações. 

Na primeira estação, a pesquisadora da Embrapa Pecuária Sul zootecnista Bruna Penna Sollero abordou o tema do melhoramento genético bovino e o Programa Polo de Excelência em Genética Bovina para Raças Taurinas (PoloGen), apresentando os terneiros resultados do sêmen fornecido para a propriedade através do Programa. "O PoloGen é uma solução tecnológica que foi desenvolvida pela Embrapa em parceria com outras instituições e que visa estruturar um modelo de transferência de tecnologia que possibilite a disseminação de genética das raças taurinas de corte (Angus, Brangus, Hereford e Braford) do Rio Grande do Sul", explicou.

Na segunda estação, a assistente técnica do escritório regional da Emater/RS–Ascar de Bagé, médica veterinária Elusa dos Santos Andrade, falou sobre manejo sanitário do rebanho ovino. Na terceira estação, apresentada pelo técnico agrícola e extensionista do escritório municipal da Emater/RS-Ascar de São Borja, Odacir Decol, foi abordado o manejo alimentar do rebanho bovino da propriedade da família Lamas. 

Na oportunidade, também foi tratado sobre o Programa Gestão Sustentável da Agricultura Familiar, da Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR) e executado pela Emater/RS-Ascar. A quarta estação foi conduzida pela extensionista social do Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar de São Borja, Andréa Lencina Balbueno, que apresentou o sistema de tratamento de dejetos instalado na propriedade, como a Fossa Séptica Biodigestora e o Jardim Filtrante, ambas desenvolvidas pela Embrapa em parceria com outras instituições.

O Dia de Campo da Pecuária Familiar contou com a presença do gerente do Escritório Regional da Emater/RS-Ascar de Bagé, Eloi Joaquim Pozzer, do secretario da Agricultura e Meio Ambiente, Fabio Fronza, dos representantes do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de São Borja, do prefeito de Santo Antônio das Missões, Puranci Barcelos dos Santos, e dos representantes do Sebrae, Acisb e Núcleo de Criadores de Ovinos de São Borja. Também estiveram presentes os vereadores Leandro Nunes e Vineton Machado, de Santo Antônio das Missões, e os vereadores de São Borja, Paulo Cesar Cardial, Marcelo Robalo, Dejalma Junior e Sandra Marques.

Centro de Manejo Comunitário 
A programação do Dia de Campo da Pecuária Familiar também contou com a inauguração do Centro de Manejo Comunitário da Associação dos Pequenos Produtores de Mercedes, viabilizado com recursos financeiros do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento dos Pequenos Estabelecimentos Rural (Feaper) no valor de R$ 30 mil, através de projeto elaborado pela Emater/RS-Ascar e com contrapartida dos beneficiários através de mão de obra. O empreendimento vai beneficiar 15 famílias de pecuaristas familiares. O Centro de Manejo é composto por mangueira completa, com brete, balança, banheiro de aspersão, tronco e carregador. 

Para Decol, a estrutura vai melhorar as condições de trabalho do produtor, pois facilitará o manejo dos animais nas vacinações e aplicação de medicamentos, por exemplo. "Com relação à balança, o equipamento é muito importante na comercialização, pois permite a pesagem dos animais na hora da venda, solucionando possíveis dúvidas que ocorreriam nas negociações. Além disso, para um pequeno pecuarista é inviável a aquisição e manutenção dessa estrutura individualmente", assegurou Decol. Na oportunidade também foram entregues para a Associação dos Pequenos Produtores de Mercedes os equipamentos de inseminação no valor de R$ 5 mil, também adquiridos com recursos do Feaper.

 

Fonte: Emater/Ascar-RS