Envie agora seu recado!

200
caracter(es) restante(s)

Notícias

Coopatrigo participou do Encontro Estadual de Comunicação Cooperativista
04 de dezembro de 2017 às 09:15
Coopatrigo participou do Encontro Estadual de Comunicação Cooperativista
Uma das palestras apresentadas foi do radialista, apresentador e colunistas, Marcos Piangers (Foto: Divulgação | Coopatrigo)

O Sescoop/RS reuniu no último dia 29, no Centro de Formação Profissional Cooperativista (Escoop), cerca de 120 comunicadores de cooperativas, entidades representativas e parceiras do sistema no Encontro Estadual de Comunicação Cooperativista 2017. A Coopatrigo se fez presente neste evento com a participação do Assessor de Comunicação Roberto Marques.

O encontro teve três importantes palestras, sendo que na primeira delas o radialista, apresentador e colunistas, Marcos Piangers discorreu sobre a evolução da indústria fonográfica e das tecnologias de modo geral e qual o impacto das novas tecnologias na forma de se comunicar com os públicos e de construir e consumir informação. Piangers defende que, por ser “imparável”, a tecnologia transforma o consumo dos produtos e serviços para que sejam cada vez mais baratos e convenientes e devemos acompanhar e aceitar a transformação.

Sobre os desafios do cooperativismo, ele acredita que através dele, seja possível criar sistemas cada vez melhores. “Vocês, que têm a cultura maravilhosa do cooperativismo, de trabalho em grupo, onde todo mundo é dono do negócio, é um desperdício que essa cultura não se dissemine no ambiente de consumo tecnológico. Quando a cultura do cooperativismo absorver a capacidade que a tecnologia tem de oferecer soluções mais baratas, acessíveis e convenientes, o seu potencial de escala vai aumentar, vamos alcançar mais pessoas e transformar o mundo, que já é sua missão”.

Na segunda palestra a professora e consultora em Comunicação Corporativa, Rosângela Florczak, apresentou a palestra “Comunicação em Tempos de Riscos e Incertezas” e reforçou a importância de as áreas de comunicação das cooperativas desenvolverem um planejamento estratégico de prevenção, tratamento do risco e plano de contingência para uma crise.

Rosângela destaca o papel do gestor no processo de comunicação e afirma que o setor de comunicação necessita estar inserido no topo da cadeia decisória. “O gestor precisa entender de comunicação e ser a grande liderança de comunicação. A forma como a liderança se comporta é muito importante para a consolidação da reputação e o setor de comunicação tem que estar inserido no topo da cadeia decisória”, explica.

Encerrando o encontro de comunicadores, o sócio-diretor da Novo Texto Consultoria de Comunicação e editor revista Amanhã, Eugênio Esber, explanou sobre o tema “A Imagem do Cooperativismo e os Desafios para as Áreas de Comunicação”. Esber apresentou diversas percepções de profissionais ligados ao jornalismo e outras áreas sobre o cooperativismo. “As percepções em geral do cooperativismo mostram uma imagem de algo vinculado ao campo e ao meio rural e, em verdade, 70% dos negócios são gerados por cooperativas agropecuárias ou vinculadas à produção rural”, disse Esber.

Segundo o editor da revista Amanhã, um dos desafios primordiais da comunicação no cooperativismo é conseguir envolver o público das cidades, urbanizando a imagem do cooperativismo. Nesse sentido, Esber reforça a necessidade de desenvolver outros ramos e urbanizar a percepção acerca do cooperativismo. E coloca o cooperativismo de Crédito como um potencial agente propulsor desse movimento.

Para Esber, as cooperativas tem três conceitos a fixar: identidade, imagem e reputação. A cooperativa precisa constituir um alinhamento entre a identidade e a imagem, isto é, entre a forma como ela se apresenta, o que ela é e o que faz, e como é percebida pelos diferentes públicos com os quais se relaciona.

 

Fonte: Coopatrigo