Envie agora seu recado!

200
caracter(es) restante(s)

Notícias

PP aprova saída do governo Sartori em reunião

Sigla deverá lançar candidatura própria ao Piratini em outubro

06 de fevereiro de 2018 às 15:40
PP aprova saída do governo Sartori em reunião
Sigla deverá lançar candidatura própria ao Piratini em outubro (Foto: Lisiane Severo / PP / RS)
O Partido Progressista (PP) oficializou nesta segunda-feira, numa reunião de seu diretório estadual, que deixará os cargos que ocupa no Executivo do Estado até o dia 15 de março e se desvinculará formalmente da base de sustentação ao governo de José Ivo Sartori (PMDB). No encontro, que foi restrito para mandatários de cargos eletivos, integrantes do diretório e da executiva, os progressistas também definiram que a pré-convenção, na qual escolherão um candidato para concorrer a governador, ocorrerá em 24 de março.
 
Atualmente, o PP comanda a Secretaria de Agricultura, com Ernani Polo, a Secretaria de Transportes, com Pedro Westphalen, ambos deputados estaduais, além da presidência do Instituto de Previdência do Estado (IPE), com Otomar Vivian. A reunião iniciou com três postulantes a candidato ao Piratini: o deputado federal Luiz Carlos Heinze, o prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Pasin, e o empresário Antônio Weck. Com a desistência de Pasin, anunciada durante as discussões, restaram duas propostas de candidatura. “Fui prefeito e tenho a bagagem de cinco mandatos na Câmara federal”, disse Heinze.
 

O provável adversário do deputado nas prévias do PP nunca ocupou cargo eletivo e se apresenta como advogado e empresário. “A política mudou. Não importa mais para os eleitores quem são as pessoas, mas os projetos defendidos por elas. Acredito que posso representar esta mudança”, apontou Weck. Conforme o presidente da sigla, Celso Bernardi, a eventual disputa pela candidatura precisará levar em consideração a candidatura prioritária da senadora Ana Amélia Lemos à reeleição para o Senado. 

Fonte: Correio do Povo