Envie agora seu recado!

200
caracter(es) restante(s)

Notícias

Menina diagnosticada com raro tipo de câncer precisa de sua ajuda

A pequena Duda está em tratamento de um tumor cerebral e precisará de sessões de radioterapia em Santa Rosa

12 de março de 2018 às 09:47
Menina diagnosticada com raro tipo de câncer precisa de sua ajuda
Duda e seus pais estiveram na redação e falaram sobre o tratamento, desafios e dificuldades (Foto: Eliara Cruz)
A pequena Maria Eduarda Fortes de Oliveira, a Duda de apenas quatro anos tem travado uma batalha, digna das mais fortes guerreiras, diagnosticada com um tumor cerebral raro para a sua faixa etária ela foi submetida a duas cirurgias, fiou internada durante 26 dias na Unidade de Tratamento Intensivo - UTI do Hospital Vida e Saúde, está de volta a sua casa em Santo Antônio das Missões e agora aguarda o chamado para dar continuidade ao tratamento através de sessões de radioterapia.
 
A reportagem do Grupo Fronteira Missões conversou na manhã de sexta-feira (09) com os pais Adair Oliveira e Jordana Rodrigues Fortes eles relataram toda a situação que a pequena Duda tem enfrentado. A família é moradora do Rincão de São Pedro, nas proximidades do antigo Jóquei Club de Santo Antônio das Missões.
 
Segundo o relato da família, em janeiro deste ano foi registrada uma crise de vômito na menina, que primeiramente foi diagnosticada como uma virose, no entanto não foi registrada melhora e Duda precisou ser internada no Hospital de São Luiz Gonzaga, onde foi tratada para doença do trato digestivo, com a diminuição dos sintomas recebeu alta.
 
Já em casa e diante de uma situação que não melhorava a mãe buscou empréstimo para que fosse realizada uma consulta com pediatra em São Luiz Gonzaga, após exames de tomografia foi constatada um quadro de hidrocefalia e uma lesão intracraniana na região do tronco cerebral, especificamente na glândula pineal.
 
 
Foi então encaminhada ao Hospital Vida e Saúde de Santa Rosa que na ocasião era o único a dispor de vaga na UTI pediátrica. Passou por cirurgia de urgência para a retirada do tumor, A cirurgia precisou ser antecipada devido ao quadro de saúde da Duda que sofreu convulsões. O médico Fernando Bergmann realizou durante seis horas o procedimento de retirada de parte do tumor que se encontra em área de difícil acesso e de alto risco. Os pais lembram que a tarde da cirurgia foi o momento de mais angústia, pois o médico havia feito um alerta sobre os altos riscos do procedimento. Felizmente a cirurgia foi bem sucedida, no entanto o nódulo não pode ser retirado integralmente. Após o exame de biopsia o tipo de câncer constatado foi o Gliobastoma, segundo o médico agressivo e raro.
 
O próximos passos são as sessões de radioterapia, serão 30 sessões, e como não há possibilidade da menina ficar internada entre os procedimentos, será necessário a locação de um apartamento ou casa para que a mãe se estabeleça temporariamente em Santa Rosa, o que torna a disponibilidade de recursos financeiros indispensável para a continuidade do tratamento, além é claro de todos os deslocamentos e medicamentos.
 
Estão sendo realizadas várias campanhas a nível regional para ajudar a reunir recursos, estão sendo vendidas cartelas de uma ação entre amigos que irá premiar com uma potranca crioula registrada no sorteio da Loteria Federal de 07 de abril, o valor do número é R$ 10,00 e estão sendo vendidos na Rádio 89,FM. Está programada ainda uma domingueira no dia 25 de março na cabanha Barba Suja próximo ao antigo Jóquei Club, venda de camisetas entre outras ações. É prevista uma manhã de vendas de cartelas da Ação Entre Amigos na praça da matriz nesta semana, a oportunidade provavelmente na quarta-feira será divulgada na programação da Rádio Fronteira Missões.
 
É disponibilizada ainda uma conta bancária para doações.
Banco Banrisul Agência: 0375
Conta poupança 39022748-0.4

Nome: Maria Eduarda Fortes Oliveira 

 

 

 

 

Por Rogerio de Santis Morais

Fonte: Grupo Fronteira Missões