Envie agora seu recado!

200
caracter(es) restante(s)

Notícias

Brigada Militar dá dicas de prevenção ao abigeato

Procedimentos e cuidados simples podem ajudar a reduzir o número de crimes na área rural dos municípios

09 de agosto de 2018 às 16:30
Brigada Militar dá dicas de prevenção ao abigeato
Brigada Militar quer a colaboração para reduzir crimes na área rural (Foto: Reprodução/Internet)
O 3º Pelotão da Brigada Militar através do tenente Braga entregou à reportagem do Grupo Fronteira Missões uma listagem de procedimentos que ajudam a prevenir ou elucidar casos de crimes rurais, especialmente o abigeato.
 
A grande extensão territorial de Santo Antônio das Missões e a limitação pessoal e de material dos órgãos policiais, requerem mais do que nunca uma ação preventiva por parte dos proprietários de estabelecimentos rurais e moradores do interior. As regras se aplicam a tos os municípios da região.
 
Confira alguns pontos que devem ser observados:
 
Fazer uma recontagem do rebanho, principalmente a de ovinos no mínimo de 15 em 15 dias, com o objetivo de constatar se está ou não sofrendo o pequeno abigeato.
 
Nunca deixe animais de pedigree (Cavalos, bovinos, ovino), em potreiros lindeiros a costa de rios ou lagoas muito navegados por pescadores e evite também deixar estes animais próximos a porteiras que liguem a estradas.
 
Quando for contratar alguém exija do candidato referência do emprego anterior, solicite informações da Brigada Militar e da Polícia Civil, para verificar possíveis antecedentes.
 
Nunca deixe sua propriedade rural totalmente abandonada mantenha pelo menos um caseiro de confiança.
 
Oriente seu capataz para que as recorridas campeiras sejam feitas em duplas, e que sempre contorne os limites da propriedade verificando eventuais danos nas cercas. Além de verificar as condições dos arames é preciso dar uma ideia que quem possa estar observando que a propriedade é possui vigilância rotineira.
 
Quando se ausentar da propriedade para ficar alguns dias fora, por exemplo nas feiras ou até mesmo durante viagem de férias, o produtor deverá informar a Brigada Militar para que seja realizado patrulhamento mais frequente nas proximidades.
 
Normalmente as pessoas e veículos que transitam pelos corredores e estradas municipais são conhecidos pela vizinhança, de forma que quando verificado pessoas e veículos estranhos ao local de forma mais frequente avise o Destacamento Policial mais próximo, informando as suas características.
 
Caso necessite transportar gado durante o período da noite comunique a Brigada Militar, isso ajudará no serviço policial.
 
Em caso de pessoas solicitarem autorização para caçar na propriedade, questionar sobre se possui licença do Ibama, se as armas possuem registro e se os animais que pretendem caçar não encontram-se protegidos por lei. Em caso de dúvidas contate a Brigada Militar. Indica-se a instalação de placas informando que é Expressamente Proibida a caça e a pesca, a mensagem deverá desestimular pretensos invasores.
 
É importante diante da negativa de autorização de entrada para caça ou pesca, informar-se sobre os nomes e verificar as placas de veículos. As informações poderão ser usadas posteriormente, inclusive em casos de abigeato, pois todo desconhecido que ingressa nas propriedades é no mínimo alguém que pode ser questionado. Justifique a necessidade de identificação de pessoas e veículos pela orientação da Brigada Militar.
 
 
 

*Amanhã mais orientações. 

Fonte: Grupo Fronteira Missões