Envie agora seu recado!

200
caracter(es) restante(s)

Notícias

Diretório Municipal do PT divulga nota sobre apreensão de material de campanha

Justiça Eleitoral cumpriu mandado de apreensão no Diretório e recolheu material com o nome do ex-presidente Lula.

29 de setembro de 2018 às 13:32
Diretório Municipal do PT divulga nota sobre apreensão de material de campanha
(Foto: Reprodução | Internet)

Após apreensão de diversos materiais de campanha contendo o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na manhã de ontem no Diretório, o partido se pronunciou através de nota oficial tornada pública pelo presidente Fagner Garcia Vicente.

Segundo a nota  o material apreendido já não mais circulava nas ações da campanha eleitoral e tratava-se de material já substituído após o julgamento da candidatura do ex-presidente que está preso em Curitiba.
 
O comunicado  afirma que; “O Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores ressalta que o material em questão foi legalmente confeccionado com a chapa inscrita pelo PT no Tribunal Superior Eleitoral em 17 de agosto. No entanto, conforme todo país acompanhou, o Presidente Lula, candidato preferido dos brasileiros, teve sua candidatura proibida pelo Judiciário, numa decisão contestada por especialistas do mundo inteiro e que contrariou ordem expressa do Comitê de Direitos Políticos e Civis das Nações Unidas (ONU)”.
 
A nota segue informando sobre a mudança na chapa a substituição do material; "Fernando Haddad e Manuela D’Ávila foram escolhidos para seguir levando a bandeira de Lula, como candidatos do PT à Presidência e Vice-Presidência da República. Com a substituição dos candidatos, novo material de campanha precisou ser confeccionado, já com Haddad e Manuela. O material antigo permaneceu armazenado no Diretório, onde foi recolhido pelos agentes do Cartório Eleitoral".
 
A íntegra da nota pode ser conferida na página social Facebook do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores.
 

Fonte: Grupo Fronteira Missões