Envie agora seu recado!

200
caracter(es) restante(s)

Notícias

Inquérito indicia várias pessoas por transferência irregular de eleitores para o município de Dezesseis de Novembro
09 de outubro de 2018 às 10:12
Inquérito indicia várias pessoas por transferência irregular de eleitores para o município de Dezesseis de Novembro
(Fotos: Divulgação | Rádio São Luiz)

No início do mês de outubro, a Delegacia de Polícia de Dezesseis de Novembro finalizou inquérito policial iniciado no ano de 2017, o qual foi instaurado por requisição do Ministério Público Eleitoral visando apurar transferência irregular de eleitores para o município antes das eleições de 2016.

Ao final das investigações, foram indiciadas 34 pessoas por “inscrever-se fraudulentamente eleitor”, já que não possuíam vínculo com o município.

Todas essas 34 pessoas foram indiciadas também por “uso de documento falso” para a inscrição irregular, sendo que 26 delas utilizaram contas de água falsas, e oito utilizaram carteiras de vacinação falsas. Um eleitor foi indiciado por uso de documento falso, por usar conta de água falsa para fazer Revisão Eleitoral.

Também foram 39 pessoas indiciadas por “inscrever-se fraudulentamente como eleitor”, visto que a investigação comprovou que não possuem vínculo com o município.

Além disso, por ter sido constatado que nove adolescentes inscreveram-se fraudulentamente como eleitores, não tendo vínculo com o município, foi instaurado procedimento específico, relatando tal fato ao Juizado da Infância e da Juventude.

Dois funcionários da Prefeitura foram indiciados por “falsificação de documento público”, por ter sido comprovado que forneceram as contas de água falsas já referidas. O procedimento foi presidido pelo delegado José Renato de Oliveira Moura, que responde em substituição pela Delegacia.

 

Fonte: Rádio São Luiz