Chuva causa transtornos em cidades da Fronteira Oeste e Região da Campanha do RS

Temporais e precipitações provocaram alagamentos, derrubaram postes, árvores, e geram falta de luz em Alegrete, Uruguaiana e Bagé

09 de janeiro de 2019 às 10:07
Chuva causa transtornos em cidades da Fronteira Oeste e Região da Campanha do RS
Em Alegrete, na Fronteira Oeste do estado, os bombeiros já receberam mais de 50 relatos sobre estragos na cidade (Foto: Flaviane Favero- Alegrete Tudo)

Um temporal provocou alagamentos, derrubou postes, árvores e gera falta de luz na Fronteira Oeste e na Região da Campanha do Rio Grande do Sul durante a madrugada desta quarta-feira (9). Há registros de transtornos nos municípios de Alegrete, Uruguaiana e Bagé.

Em Alegrete, na Fronteira Oeste do estado, choveu pelo menos 245 milímetros nas últimas horas, segundo os bombeiros. Eles já receberam mais de 50 relatos sobre estragos na cidade. A estimativa é de que pelo menos 50 residências tenham sido alagadas por causa do acúmulo de água nas ruas.

Além disso, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município precisou fechar após o prédio ter sido atingido por alagamento e ficar sem luz. Também há casos de bloqueios no trânsito por conta da queda de galhos, árvores e postes. No bairro Capão do Angico, dois postes caíram sobre uma casa. Apesar dos estragos, não há relatos de feridos.

O temporal ainda fez uma árvore tombar na RS-377, que liga Alegrete a Manoel Viana, e havia bloqueio total na rodovia. Na Zona Rural do município, há um caso de queda de uma ponte de madeira sobre um arroio.

Em Uruguaiana, também na Fronteira Oeste, os bombeiros registram uma situação bem parecida com a de Alegrete. Mas, além dos alagamentos, há casos de casas destelhadas pelo vento forte. As rajadas também derrubaram galhos, árvores e postes, bloqueando o trânsito de algumas vias.

Uma residência em Uruguaiana foi atingida por um poste, mas ninguém ficou ferido. O bairro Zona Sul é um dos mais afetados, com maior número de casas alagadas, de acordo com os bombeiros. Ainda há falta de luz em alguns pontos da cidade, mas em outros o serviço já foi restabelecido.

Em Bagé, na Região da Campanha, pelo menos 15 casas ficaram alagadas. Houve também queda de galhos e falta de luz em parte da cidade.

Falta de luz
Segundo a RGE, há danos na rede elétrica principalmente em Uruguaiana e Alegrete, como cabos rompidos e postes caídos. As equipes ainda estão contabilizando os estragos, mas já iniciam a recomposição da rede a fim de restabelecer a energia aos 46 mil clientes que estão desabastecidos na manhã desta quarta-feira em toda a área de concessão da empresa. Deste total, 28 mil estão na Fronteira Oeste e estão sem energia em função do temporal desta madrugada.

A RGE alerta para que os moradores não toquem e nem se aproximem dos fios e cabos soltos, pois eles podem estar energizados. 

Fonte: G1 RS